ACERCA DE ALIDE SERVICIOS COMITÉS TÉCNICOS PROGRAMAS MEMBRESÍA CEDOM PUBLICACIONES NOTICIAS SITE
Contáctenos
Calendario
Nuestros
miembros
Pasantías
Cursos
Reuniones
técnicas
Web E-learning
ALIDE
Web Biblioteca
virtual
Publicaciones
recientes
Premios
Alide
Memoria
institucional
Video
corporativo
Portada  | Entrevistas | Sérgio Maia de Farias Filho
ENTREVISTA A SERGIO MAIA DE FARIAS FILHO, SUPERINTENDENTE DEL BNB, BRASIL
"Há maior envolvimento e "cumplicidade" com a busca de melhores resultados"

Fuente: Noticias de BNB. Edición N°38/2005

Nesta entrevista, o superintendente Sérgio Maia de Farias Filho faz um balanço das ações do BNB em Pernambuco, após a estadualização da Superintendência. Segundo ele, os resultados superaram as expectativas, e foram obtidos a partir de um trabalho mais eficiente, focado na realização de negócios; uma atuação mais presente nas agências e, em especial, na relação com as entidades parceiras e os diversos organismos do Estado. "Essa proximidade estreitou fundamentalmente os vínculos e conduziu, da melhor forma possível, os negócios entre o BNB e os investidores", declarou.

O pernambucano Sérgio Maia de Farias Filho, 42 anos, ingressou no BNB em 1978. Formado em Administração de Empresas pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), fez especialização em Marketing pela Faculdade de Ensino Superior de Pernambuco (Fesp) e MBA de Gestão Empresarial na Fundação Getúlio Vargas. Atualmente cursa mestrado em Negócios Internacionais, pela Faculdade Boa Viagem.

No BNB, foi gerente de Central de Apoio às Agências (Cenag-Recife) e das agências de Caruaru (entre 1996 e 1999) e Aracaju Centro (entre 1999 a 2001). Foi também gerente interino das agências de Goiana e João Pessoa-Centro e, até março de 2004, esteve à frente da Área de Recuperação de Créditos da Superintendência Regional AL/SE.

Presença decisiva nas agências
A partir da delimitação de nossa nova área de atuação (no caso, o Estado de Pernambuco), definimos, de imediato, calendários de visitas às agências, de forma que ficasse evidente o interesse em aproximar a Superintendência das unidades operadoras. Com essa sistemática, percebe-se melhor o dia-a-dia das agências, há maior envolvimento e "cumplicidade" com a busca de melhores resultados. Definitivamente, os problemas das agências são nossos problemas. E, considerando o nível estratégico das Superintendências Estaduais, as soluções são obtidas com maior tempestividade e de forma mais criativa. As peculiaridades e boas práticas verificadas em determinadas unidades são espraiadas com maior velocidade para as demais que com ela guardam similaridade, principalmente as localizadas no interior.

Esse conhecimento pormenorizado não se restringe às agências, mas possibilita, também, um conhecimento das potencialidades de cada microrregião e, conseqüentemente, dos potenciais investidores. Como uma estratégia de atuação, montamos escritórios-base nas agências de Petrolina e Caruaru, onde estamos trabalhando uma vez por mês atendendo clientes, entidades parceiras e funcionários.

Houve melhoria da imagem do Banco no Estado como um todo, elevação nas prospecções de negócios e uma maior participação nos eventos sócio-político-institucionais. Além, evidentemente, de maior aproximação com o corpo funcional em todos os níveis hierárquicos.

Parcerias institucionais
Estamos estreitando, cada vez mais, as parcerias, pois, atuando agora em um só Estado, temos uma agenda mais flexível, e é visível nossa presença em eventos, reuniões de Conselhos (Sebrae, Desenvolvimento Econômico, Fundaj etc.), fóruns de discussão e diversos outros encontros. Também mantemos contatos freqüentes com lideranças, Governo do Estado, Governos Municipais e secretários.

Novos projetos.
Estando com maior presença nas 19 agências, pudemos discutir melhor e aperfeiçoar nossas ações no que diz respeito às aplicações do FNE. Terminamos agosto com um desempenho significativo, atingindo a marca de R$ 363,5 milhões, correspondendo a mais de 780 operações.

Hoje, temos cerca de R$ 159 milhões em propostas em carteira, nos mais diversos estágios. Vale citar, em especial, a excelente ambiência para negócios no Estado, a partir da sinalização de projetos estruturadores para Pernambuco, como: implantação do Estaleiro em Suape (Camargo Correa), maior fábrica de embalagem Pet do mundo (M&G), Refinaria, dentre outros. Além, evidentemente, das empresas sistêmicas que surgem, naturalmente, em decorrência desses empreendimentos, e todas podem ser atendidas pelo Banco.

Agricultura familiar
Com a criação da função de coordenador estadual do Pronaf e de gerentes de Pronaf nas agências, bem como a implantação do Programa de Microcrédito Rural, estamos avançando nas aplicações desse importante programa. Foram R$ 60,6 milhões investidos até agosto, e as perspectivas para os quatro meses seguintes são ainda maiores. Uma atenção especial está sendo dirigida para assentamentos e produtores que estejam inseridos nos Programas Integrados de Desenvolvimento e Planos de TrabalhoTerritorial indicados pelos agentes de desenvolvimento.

Microcrédito produtivo orientado
O Programa de Microcrédito Orientado do BNB vem ampliando sua área de atuação. Este ano, foram inaugurados postos de atendimento em 11 municípios localizados nas diversas microregiões do Estado. São 148 municípios atendidos, e a meta do CrediAmigo é que, até dezembro, o Programa possa atuar em 170 municípios, o que compreende 92% de cobertura em Pernambuco. Com uma inadimplência de 0,8%, o CrediAmigo aplicou até agosto quase R$ 35 milhões em 41,8 mil empréstimos, e tem uma carteira ativa de 21 mil clientes no Estado.

Valorização da equipe
Essa é, de fato, uma das maiores prioridades da Superintendência, pois é com pessoas que se consegue avançar em qualquer que seja a dimensão pretendida. Melhorar as relações interpessoais, proporcionar maior capacitação e empregabilidade dos colaboradores, maior satisfação pessoal e clima organizacional positivo são ingredientes indispensáveis para um time de vencedores. É a meritocracia (reconhecimento fundamentado no mérito) atuando como um diferencial para que se possa ter, em última análise, uma performance de destaque empresarial.

Septiembre 2005

 Más entrevistas
 
 
 
Síguenos en:
Síguenos en facebookSíguenos en Twittersíguenos en SlideshareCanal de youtube

China es de los países que más apuesta por Perú
Entrevista a Pedro Grados, presidente de la Corporación Financiera de Desarrollo (Cofide).
Hay una agenda de eficiencia pendiente para trasladar a productos
Entrevista a Jorge Polgar, presidente del Banco de la República Oriental del Uruguay (BROU).
  >> Entrevistas anteriores

  Agricultura
  Ambiente
  Infraestructura y   vivienda social
  Turismo
  Microfinanzas
  Riesgo/Regulación
  Negocios e
  Inversiones
  Finanzas para el   desarrollo




   |  AlideNoticias   |   Revista Alide  |  E-Banca  |   Próximos cursos  |  Calendario de actividades  |  Noticias

¿QUIÉNES SOMOS?

Historia de ALIDE
Consejo directivo
Secretara General
Cómo hacerse miembro
Listado de miembros
Asambleas generales
Memoria institucional

CALENDARIO
DE ACTIVIDADES

PROGRAMAS:

Estudios Económicos e Información
Capacitación y Cooperación Internacional
Relaciones Institucionales
Asistencia Técnica

UNIDADES:

Unidad de Conferencias
Comunicación e Imagen Corporativa

COMITÉS TÉCNICOS / ÁREAS DE INTERÉS:

Financiamiento Agrícola y Rural
Financiamiento Ambiental
Recursos, Inversiones e Infraestructura
Financiamiento del Turismo
Financiamiento de la Micro, Pequeña y Mediana empresa
Riesgos y Regulación Prudencial
Negocios e Inversiones
Financiamiento de la vivienda social

PRODUCTOS Y SERVICIOS:

Biblioteca virtual
E-learning ALIDE
Cursos presenciales
Pasantías y asesorías
Reuniones técnicas
Premios ALIDE a las mejores prácticas en IFD
Publicaciones
Directorio de Fuentes de Financiamiento Internacional

MEDIOS INFORMATIVOS:

Revista ALIDE
Boletín Alidenoticias
Boletín E-banca
Boletín E-news

NOTICIAS:
Noticias de ALIDE
Noticias sobre miembros de ALIDE
Entrevistas
Artículos sobre financiamiento del desarrollo

Síguenos en facebook Síguenos en Twitter síguenos en Slideshare Canal de youtube siguenos en Google+ Síguenos en Likedin 
© Copyright 2010 - ALIDE - Asociación Latinoamericana de Instituciones Financieras para el Desarrollo
Paseo de la República 3211, Lima 27, Perú. Apartado Postal: 3988 - Lima 100. Teléfono: 442-2400